quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Que medidas podem ser tomadas contra as antenas de telemóvel próximo das habitações?

Aquilo que muitos me perguntam por mail, relativamente ao que pode ser feito para contestar a instalação destas antenas perto das nossas casas, há muito que é praticado por esta organização inglesa e com resultados.

Desde Janeiro de 2002 que uma organização Inglesa, Mast Sanity, tem ajudado em milhares de campanhas. A organização foi fundada por Lisa Oldham e outros membros de longa data após se aperceberem que os operadores de telemóveis estavam a ganhar terreno e a desenrolar uma rede numa velocidade alarmante com implicações sérias e difundidas ao nível da saúde e ambiente, tudo isto sem a existência de qualquer oposição adequada para combater as multinacionais e o caótico planeamento da rede.
A rede de campanhas da Mast Sanity cresceu substancialmente em Inglaterra e fora do país, levando a criação da Tower Sanity na Austrália. Outras organizações similares estão a ser formadas noutros países.
A preocupação principal da Mast Sanity baseia-se no facto do actual sistema de Telemóveis e da tecnologia Tetra (TErrestrial Trunked Radio usado também em Portugal pelas autoridades, serviços de urgência, entre outros) ser inseguro. O sistema é biologicamente e ambientalmente incompatível com a saúde e com o bem estar do público. A Mast Sanity acredita que as implicações na saúde estão à escala do tabaco e do amianto e que mais um desastre com consequências catastróficas para a saúde estará eminente se nada for feito.

Enquanto o governo não reconhecer que as tecnologias dos telemóveis e dos sistemas Tetra são inseguras para a população, a Mast Sanity exige que os mastros das antenas não sejam colocados perto das escolas, áreas residenciais, lares de idosos, hospitais e outros locais sensíveis.

Esta organização é formada por voluntários que são profissionais e muitos provenientes de áreas tecnológicas. A sua atenção está focada apenas nas antenas não contestando a utilização dos telemóveis excepto por crianças com idades inferiores a 16 anos, isto porque as pessoas sempre têm a opção de não usar o telemóvel mas não podem fugir das antenas.

Esta organização apela à participação de todos e garante que a única forma de lutar contra este problema é através do envolvimento directo de toda a população.

A Mast Sanity recebe cerca de 1000 visitantes semanais no seu site, cerca de 200 chamadas telefónicas para a sua linha de apoio, mais de 200 emails por semana, mais de 100 pedidos de informação ou ajuda que incluem o pedido para participar em reuniões/conferências.

Este organização está registada como organização de solidariedade e vive de donativos.

A resposta para a pergunta “Que medidas podem ser tomadas contra as antenas de telemóvel próximo das habitações?"

No seu site, estão descritas algumas acções que as pessoas em Inglaterra têm tomado para contestar a instalação das antenas perto das suas casas:
  • Cartas, cartas e cartas, esta é uma forma de mostrar a preocupação das pessoas às entidades do governo. Quanto mais pessoas escreverem e quanto mais protestarem, mais atenção será dada a este problema. Para tal as pessoas encontram no site uma lista de endereços de entidades a quem podem redigir as cartas, os emails abrangem a maioria dos ministros.
  • Estão disponíveis várias minutas de cartas a serem enviadas para a comunicação social, para o governo e para as operadoras de telemóveis (ver documentos)
  • Estão disponíveis declarações para que as pessoas enviem para as operadores móveis a fim de os responsabilizarem em montantes que atingem os 25 milhões de libras (ver documento)
  • Estão disponíveis minutas para baixo assinados
  • Organizam boicotes às comunicações dos operadores ou promovendo o boicotes à compra de outros produtos pertencentes ao grupo.
  • Estão também presentes os registos do historial de vários casos de sucesso que levaram à remoção das antenas
  • Têm presente uma lista de produtos e marcas que devem ser boicotados, pertencentes a grupos de empresas que instalam antenas nos telhados das habitações e/ou encorajam crianças a falar ao telemóvel
  • Estão a preparar um apelo médico mas com algumas dificuldades porque apesar do apoio existir, os médicos não querem ver o seu nome no apelo
  • Actualmente esta organização tem em curso algumas petições que podem ser apoiadas por pessoas de outros países, bastando para isso dar o seu nome um endereço de mail válido (estas petições serão abordadas num dos próximos artigos).
Espero que esta organização seja uma fonte inspiradora para todos nós e que nos ajude a fazer valer o direito mais importante que nos foi retirado, o direito à vida.

1 comentário:

Renato Cesar disse...

AS ESTAÇÕES RÁDIO BASE (ERB) TETRA SÃO ANTI-ECOLÓGICAS?
Renato Cesar de Oliveira Moreira (Rio de janeiro/Brasil)
http://gaiasedefende.blogspot.com/
Com o advento dos jogos Pan-americanos a cidade do Rio de Janeiro em 2007, passou a utilizar uma nova tecnologia de radiocomunicação pelos órgãos de segurança. Foi um grande passo para a modernização da rede de Comunicação Crítica, contudo, a troca de tecnologia pode se transformar, num futuro próximo, em sério problema ambiental.
A infra-estrutura necessária para cobertura rádio de uma região com, por exemplo, a topografia do Rio de Janeiro necessita de um grande número de Estações Rádio Base (ERB), e esta característica geográfica, representa emprego de um maior número de torres metálicas ou postes, antenas, consumo de energia, sistemas de refrigeração e a ocupação de topos de morro (locais de proteção permanente, conforme a Lei da Mata Atlântica).
O equipamento de tecnologia TETRA, que é um protocolo de renomada qualidade técnica, talvez por haver sido projetado para operar no clima europeu, produz muito calor para gerar a necessária potência de RF (rádio freqüência) em seus transmissores o que aumenta a necessidade de sistemas mais potentes de refrigeração no local de instalação.
As telecomunicações são recursos tecnológicos de grande importância para a sociedade moderna, não é mais possível viver sem elas no nosso dia a dia, porém devemos ficar atentos ao tipo de tecnologia que utilizamos, pois estamos sacrificando a qualidade do meio ambiente para obter o conforto de transmitir ou receber mensagens através de sinais de rádio.
Se existem tecnologias que possibilitam a cobertura rádio de uma determinada região com menos infra-estruturas de torres e menor consumo de energia; (transmissores, iluminação, refrigeração, etc.), então estas tecnologias é que deveriam ser implementadas. Os "tecnotraficantes" forçam a entrada nos países de terceiro mundo do seu lixo tecnológico - tecnologias inadequadas que trazem mais problemas que solução - mas, a história da tecnologia, prova que nem sempre o que é bom para a Europa e/ou EUA é adequado para uma região geográfica com o clima e o relevo como, por exemplo, do Rio de Janeiro.
O problema dos países em desenvolvimento não é incompetência, na verdade o maior motivador da escolha errada de determinadas tecnologias, infelizmente, em algumas "negociatas" é a corrupção que sempre cerca transações que movimentam grandes somas de dinheiro, ainda mais quando é dinheiro publico. Para algumas empresas estrangeiras, o que importa, neste tipo de transação, é o lucro e a cartelização dos mercados do terceiro mundo. Quando realizam suas vendas não querem saber se os seus equipamentos são inadequados e/ou potencialmente poluidores, o que importa é o lucro! E pior, os alienígenas da Europa e dos EUA, que vendem suas bugigangas, nos países do terceiro mundo, e os corruptos, que facilitam a compra, sabem que estão colocando sobre a cabeça da população destas nações, como o Brasil, várias bombas relógio ambientais. Contudo, para quem vende este problema não é dele! Não é seu país que vai sofrer os danos ambientais diretos. E aqueles que permitem (facilitam de forma criminosa) a aquisição destas tecnologias danosas ao meio ambiente, pouco se importam com os prejuízos causados ao meio ambiente, o que eles querem é sua parte no lucro. Porém, estas negociações criminosas atingem a todos que habitam o Planeta Gaia, corruptos, corruptores, as pessoas inocentes e o Meio Ambiente, ou seja, todos perdem com esta verdadeira roleta russa ecológica.

 
As mensagens colocadas na secção reservada aos comentários são da responsabilidade única e exclusiva dos seus autores

Localização das três antenas

Pode navegar no mapa e clicar nos símbolos

View Larger Map
Problemas com o Internet Explorer

Galeria de Fotos

____________________________________________________________
Se mora junto de um prédio recheado de antenas ou se a antena instalada está a uma curta distância da sua casa ou perto do nível da sua habitação, ou se os elementos da antena estão virados para o chão ou para a sua habitação, então poderá documentar essa situação nesta galeria. Envie as fotos para o mail deste blog.
Na fotografia enquadre o seu prédio ou habitação com a antena se possível, o objectivo é criar uma galeria de fotos com antenas instaladas em locais que demonstrem falta de bom senso de quem as instala e autoriza.
Pode ver o slideshow ou seleccionar na zona inferior a foto pretendida.Ao clicar numa foto pode ver o descritivo associado.

Envie a sua foto para o mail deste blog

Questionário sobre Telemóveis e suas antenas